sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Artistas entram para política em São Paulo


Nas eleições de 2008 o número de celebridades que disputaram cargos políticos chamou atenção de todos, mas somente alguns conseguiram o cargo almejado. Em São Paulo entre os vereadores mais votados aparece em 3º lugar o cantor e apresentador de TV Netinho de Paula (PC do B) que atingiu 84.406 votos.
O ex-judoca Aurélio Miguel (PR) conseguiu a reeleição com o 9º lugar dos mais votados atingindo 50.804 votos. Outro famoso que se reelegeu foi Agnaldo Timóteo (PR), o cantor sentará na Câmara Municipal mais uma vez graças aos 26.180 eleitores que confiaram o voto a ele.
Fora eles, artistas evangélicos também concorreram e dois deles conseguiram votos suficientes para entrar na vida política. A cantora Noemi Nonato (PSB) conseguiu 30.734 votos, ligada às igrejas evangélicas pentecostais como Assembléia de Deus, a vereadora conseguiu ser reeleita.
Outro cantor gospel que teve um número votos bastante significativo foi o cantor sertanejo Marcelo Aguiar (PSC), ligado às igrejas neopentecostais como a Renascer em Cristo, ele conseguiu ser eleito como o 16º mais bem votado, ao todo 41.407 pessoas confiaram seu voto ao sertanejo.
Outros artistas, porém, não conseguiram entrar para a política em São Paulo, eles são: o apresentador Sérgio Mallandro; o ex-jogador do Corinthians Dinei; Cajú, da dupla Cajú e Castanha; o drag queen e repórter da Rede TV, Léo Áquilla; o vocalista do Raça Negra, Luiz Carlos; o cantor de música brega Ovelha; o sósia do dançarino Lacraia; e o marido da apresentadora Ana Maria Braga, Marcelo Frisoni.

Nenhum comentário: