segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

SP: 50 pessoas mortas por atropelamento todos os meses

Eu poderia ter sido uma delas. Escapei por sorte. De fato o número assusta. O trânsito mata mais que guerra e conflitos, segundo dados da OMS mais de 60 mil pessoas são mortas todos os anos em acidentes de trânsito, em média em todo o território nacional são cerca de 165 pessoas todos os dias.
Escrevo isso porque em dias de festa as pessoas abusam mais da bebida, das drogas, claro que a Lei Seca será monitorada com mais rigor, mas duvido que não haja nenhum acidente que o motorista esteja alcoolizado.
Acredito que somente a educação dos pedestres e motoristas é que faça esse número diminuir. É inadmissível que só na capital 50 pessoas morrem todos os meses vítimas de atropelamento.
O problema é que não basta somente eu ser educada. Eu só volto pra casa viva se eu encontrar no meio do caminho pessoas que tenham a mesma educação que eu. Não tem jeito. Se eu não estiver atenta enquanto ando na rua e se os motoristas também não estiverem haverá um acidente.
Em 7 de novembro de 2005 eu estava atenta. O motorista do caminhão não se importou, não parou, me atropelou e me arrastou por mais de 50 metros. Não me pergunte de onde ele veio, nem para onde ele ia (isso é porque eu não lembro e não porque eu não estava atenta). Eu e algumas outras pessoas estávamos na faixa de pedestre com o sinal aberto para nós. Não morri por milagre.
Meu avô não teve a mesma sorte, em 1992 ele foi atropelado por um ônibus, eles estava na calçada esperando esse veículo passar, mas um cachorro entrou na frente e o motorista jogou o carro para o acostamento para não atropelar o pobre animal (que ironia).
Na semana passada a prefeitura de São Paulo em parceria com a CET inaugurou um programa para atentar as pessoas sobre os perigos da cidade, dizeres em placas levantadas por atores pintados de palhaços, falam sobre como atravessar, como andar com segurança nas ruas violentas da cidade. Apesar de ser engraçado a mensagem é muito séria e visa orientar e ensinar as pessoas sobre os perigos do trânsito.
Vamos respeitar as pessoas que estão a nossa volta. Dirija com cuidado, ande com cuidado e por favor, se beber não dirija. Não faça com que esse momento tão gostoso de confraternização termine em uma desgraça. Poupe sua família de chorar em dia de festa.
Feliz Natal e um Ano Novo cheio de notícias boas!!!!!

Um comentário:

Lidianne disse...

poxa, números altos e espantosos!