Tá nervosa, vai gastar!

O "inferno astral" me pegou de vez no dia do meu aniversário, estava triste, nervosa, mau-humorada, entendiada, angustiada, anciosa, e tudo mais que temos o direito de ficar quando completamos mais uma volta ao Sol.
Graças a um artigo que escrevi falando que todo o funcionário conta com o seu 13º o meu patrão resolveu me dar o que ele já tinha negado, já que não sou registrada. Foi a melhor coisa que aconteceu na sexta-feira. Uma mulher nervosa e triste com dinheiro no bolso só pensa em fazer uma coisa: gastar!
Não sou consumista simplesmente por não ter dinheiro sobrando, mas naquele dia eu achei que estava e mais do que isso, tinha certeza que merecia.
Trabalhei duro o ano todo e não tive muitas oportunidades de sair comprando aquilo que eu desejava. Primeiro pela falta de tempo e segundo porque trabalho em um centro comercial com um nível muito baixo. Sem querer menosprezar a zona leste já que nasci e moro nela, mas aqui em São Miguel Paulista eu não me sinto atraída pelas vitrines das lojas. E sair daqui pra ir pra cidade é uma viagem e até chegar lá tudo estaria fechado. De sábado eu prefiro dormir, acho que nunca dormi tanto em um ano como dormi neste.
Mas não tive outra alternativa, tive que comprar pelo menos um tênis nas lojas daqui mesmo durante o horário de almoço já que o tênis é sempre o velho e bom All Star... comprei umas blusinhas e não consegui achar a calça que eu queria.
Desmarquei tudo que queria fazer no MEU DIA. A falta de ânimo estava se agravando a cada minuto que se passava. Resolvi ir pra casa, mas no meio do caminho decidi seguir em frente e ir parar no shopping. Nem dei uma volta pra esparecer nem nada. Fui direito pra loja preferida, passei o olho na vitrine e entrei sem olhar nas etiquetas de preço.
Comprei sem medo. E paguei a vista com dinheiro vivo, que terapia!!!!! Confesso que fiquei aliviada... pronto. O dia tinha valido a pena. Sem dúvida gastar é o melhor remédio para dias de tédio. Pena que não posso me dar ao luxo todas as vezes que me sinto angustiada...

3 comentários:

Alice Daniel disse...

Apesar de não concordar com a tua teoria, cada um tem o direito de gastar como quiser o dinheiro que ganha.
Espero que não surja o arrependimento por ter torrado o dinheiro rsrs

Lidianne disse...

poxa amiga
se eu tivesse ai, eu te ajudava a gastar com frutas e comigo! rtsrsrs

Vini Almeida disse...

Nossa Bebeta... que bom hein que seu decimo terceiro deu pra gastar pois nem vi o meu kkkkkk...
e outra nos estamos no mesmo burraco hein você em são miguel e eu em itaquaquecetuba kkkkkk oh céus...


Bjos
Vini
undervini.blogspot.com

Tecnologia do Blogger.