E agora, pai?

Meu pai assistia ontem a manifestação dos estudantes de jornalismo em diversas cidades do país e veio me questionar sobre o que aconteceria com o meu futuro profissional.
Fiquei com receio de dizer pra ele que hoje todo o sacrifício que ele fez em me ajudar a pagar a faculdade não vale de nada.
Quero dizer, vale sim, porque a faculdade me abriu horizontes e muitas oportunidades, apesar receber menos do piso (que não existirá mais) ainda ganho 10 vezes mais do que o meu primeiro emprego em 2002 (estágio do colégio como recepcionista de uma corretora). Mas se hoje, sem a formação, eu almejasse um emprego de jornalistas me exigiriam apenas aptidão para o cargo, diploma não.
Consultei a diretoria do Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo para saber o que podemos esperar como “resultado” dessa infeliz decisão do STF, assim que for respondida colocarei aqui e espero que as respostas sejam animadoras.
Continuo discordando que para ser “jornalista” só é necessário aptidão para escrever. E apesar de aplaudir muitos blogs de não jornalistas pela qualidade do conteúdo eu sei que blog não é jornalismo. Twitter também não.



Foto do protesto dos estudantes em Brasília.

POLÍTICA NO BRASIL QUALQUER UM FAZ, JORNALISMO NÃO!

5 comentários:

Marcus Duarte disse...

Concordo contigo...
Meu sonho é ser jornalista [acho que por isso que tenho blog] mas se quiser chegar la tenho uqe fazer por merecer..

Deveriam cobrar algum diploma para ser candidato nas eleições!

Abraço Marcus!
http://limaoouqueijoralado.blogspot.com

Yo Carmo disse...

Querida amiga avassaladora...
espero que no fim das contas haja beneficios aos bons profissionais com ou sem diploma.
Fique tranquila e confie no seu trabalho. Isso é o melhor de todos os diplomas e sempre dará estabilidade e abrir novas portas sempre!
Invista em voce e o retorno será certo!

Vânia Morais :D disse...

meu pai ja vai pro 6 semestre de jorbalismo
e esta ralado muito pra isso
com certeza
esse negocio de sem diploma
nao valoriza o profissional
mas em compensão
as mepresas de jornalimso so vao querer pessoas formadas
de qualquer jeito
beijocas mil

Igor Queiroz disse...

Gostei do post, bem interessante.

Rapadura Dura

Psicose disse...

quero muito cursar jornalismo, mas o desemprego esta tao em alta nessa area, que o medo bate muito forte.
otimo blog!

Tecnologia do Blogger.