sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Home Office

Continuo na vida de freelancer e apesar da insegurança até que tem suas vantagens, por exemplo, trabalho em casa fazendo meu horário, não pego condução lotada e nem trânsito. Estava conversando com uma das minhas tias pelo telefone essa semana, explicando pra ela o meu trabalho como assessora de imprensa. Por hora, tudo o que eu preciso para realizá-lo eu tenho em casa: computador, internet e telefone.
Mas apesar de trabalhar do lado da minha cama preciso ser bastante organizada a ponto de definir meus horários e me cobrar por causa dos prazos. Na última semana tive apenas três dias para divulgar um evento. Se eu não fizesse um plano de trabalho e seguisse rigorosamente o trabalho não teria dado tão certo.
Por outro lado enfrento um dilema: as pessoas não levam o trabalho a sério. Digo as pessoas aqui de casa. O pensamento que se tem de um trabalho está ligado a bater ponto todos os dias, ter benefícios, ser cobrado por um superior e etc. Minha mãe acha um absurdo que eu consiga trabalhar no meu quarto, ouvindo música e ainda com o msn ligado.
Tenho feito bastante pesquisa sobre o tema 'home office', acredito que seja o futuro do mercado de trabalho, principalmente para quem trabalha com comunicação. É mais econônico tanto pra empresa como para o profissional e se esse for bem disciplinado terá resultados até maiores do que teria dentro de um escritório.

3 comentários:

Rapha disse...

Eu so consigo trabalhar programando ouvindo musica.

http://raphax.com/blog/post/E-sem-procurar-te2c-foi-que-Te-encontrei.aspx

Lidianne Andrade disse...

uxe amiga, trabalho em casa há mais de um ano e tu sabe e nunca vi coisa melhor, visse! é conforto, acorda a hora que quer e com certeza o trabalho sai melhor porque voce fazer um release apenas quando tiver inspirada. fiz até um cantinho pra mim aqui em casa so para trabalho!

Gospel no Divã disse...

Obrigado por nos seguir. Você é muito importante para nós