terça-feira, 20 de abril de 2010

Namore um barrigudinho

Palavras de uma psicóloga experiente
(texto recebido por e-mail / foto: arquivo pessoal)





Tenho um conselho valioso para dar aqui: se você acabou de conhecer um rapaz, ficou com ele algumas vezes e já está começando a imaginar o dia do seu casamento e o nome dos seus filhos, pare agora e me escute! Na próxima vez que encontrá-lo, tente disfarçadamente descobrir como é sua barriga. Se for musculosa, torneada, estilo `tanquinho´, fuja! Comece a correr agora e só pare quando estiver a uma distância segura. É fria, vai por mim.
Homem bom de verdade precisa, obrigatoriamente, ostentar uma barriguinha de chopp. Se não, não presta. Estou me referindo àqueles que, por não colocarem a beleza física acima de tudo (como fazem os malditos metrossexuais), acabaram cultivando uma pancinha adorável. Esses, sim, são pra manter por perto. E eu digo por quê. Você nunca verá um homem barrigudinho tirando a camisa dentro de uma boate e dançando como um idiota, em cima do balcão. Se fizer isso, é pra fazer graça pra turma e provavelmente será engraçado, mesmo.
Já os `tanquinhos´ farão isso esperando que todas as mulheres do recinto caiam de amores – e eu tenho dó das que caem. Quando sentam em um boteco, numa tarde de calor, adivinha o que os pançudos pedem pra beber? Cerveja! Ou coca-cola, tudo bem também. Mas você nunca os verá pedindo suco. Ou, pior ainda, um copo com gelo, pra beber a mistura patética de vodka com `clight´ que trouxe de casa. E você não será informada sobre quantas calorias tem no seu copo de cerveja, porque eles não sabem e nem se importam com essa informação.
E no quesito comida, os homens com barriguinha também não deixam a desejar.Você nunca irá ouvir um ah, amor, `Quarteirão´ é gostoso, mas você podia provar uma `McSalad´ com água de coco. Nunca! Esses homens entendem que, se eles não estão em forma perfeita o tempo todo, você também não precisa estar.
Mais uma vez, repito: não é pra chegar ao exagero total e mamar leite condensado na lata todo dia! Mas uma gordurinha aqui e ali não matará um relacionamento. Se ele souber cozinhar, então, bingo! Encontrou a sorte grande, amiga. Ele vai fazer pra você todas as delícias que sabe, e nunca torcerá o nariz quando você repetir o prato. Pelo contrário, ficará feliz.
Outra coisa fundamental: homens barrigudinhos são confortáveis!Experimente pegar a tábua de passar roupas e deitar em cima dela. Pois essa é a sensação de se deitar no peito de um musculoso besta. Terrível! Gostoso mesmo é se encaixar no ombro de um fofinho, isso que é conforto. E na hora de dormir de conchinha, então? Parece que a barriga se encaixa perfeitamente na nossa lombar e fica sensacional.
Homens com barriga não são metidos, nem prepotentes, nem donos do mundo.Eles sabem conquistar as mulheres por maneiras que excedem a barreira do físico. E eles aprenderam a conversar, a ser bem humorados, a usar o olhar e o sorriso pra conquistar. É por isso que eu digo que homens com barriguinha sabem fazer uma mulher feliz.

CARLA MOURA
PSICÓLOGA, ESPECIALISTA EM SEXOLOGIA E TERAPIA DE CASAIS.



quinta-feira, 15 de abril de 2010

Ídolos de futebol (de antigamente)



Estava procurando uma foto do David Beckham para uma amiga e fiquei lembrando que há alguns anos atrás os jogadores mais famosos não possuiam tamanha beleza. Não que eu me lembre.
Não consigo pensar em nenhum nome de jogador que além de brilhar nos campos brilhava também em comerciais de grife e etc. (aqui no Brasil alguns até fazem comercial de cerveja), mas rostinhos bonitos como o de Kaká eram raríssimos.
Lembrei de nomes importantes para o futebol, homens poderosos no campo, mas que eram desprovido de qualquer beleza. Quer uns nomes? Bebeto, Vampeta, Amaral... alguém se lembra deles? Vi o Bebeto no programa Hoje em Dia na semana passada.
O Vampeta foi até capa de revista masculina, acho que em 2000. O Amaral chegou a gravar um cd de pagode gospel. Mas não ouço falar mais nada sobre eles. Eram pessoas ilustres, bons de bola mesmo! E olha que eu nem gosto de futebol. Mas sei que nenhum deles seria garoto propaganda de cuecas ARMANI. Não mesmo!!!
Achei uma lista dos 10 jogadores mais feios do mundo. Nosso querido Ronaldinho Gaúcho está me 4º lugar da lista divulgada no começo do ano passado. E em contra partida fizeram uma lista dos 5 jogadores mais bonitos do mundo. E nessa lista temos dois brasileiros: Kaká e Raí. O Raí também é dos antigos... Ele continua bonitão, né?!

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Os ídolos de antigamente

Fiquei por três dias relendo edições antigas da Atrevida para selecionar as melhores histórias para o especial que escrevi. Enquanto folheava as edições, lembrei da época que era leitora da revista e reparei nos poster das bandas que entre 1998 e 2000 fizeram sucesso...
A maioria das boy bands daquela época se desfizeram, mas me lembro com clareza do meu grupinho de amigas lendo as revistas na escada da quadra durante as aulas de educação física. Tenho comigo alguns poster de grupos e cantores que eu gostava muito como BackStreet Boys e Ricky Martin. Era um tempo gostoso, sinto falta dessas coisas...
Mas hoje quem se lembra dos Hanson, Five ou NSync? Dessa última, somente o Justin Timberlake continua no auge do sucesso... Achei um álbum de fotos do R7 com uma cronologia desses grupos, vale a pena relembrar!!
A Shakira era uma das mulheres que estavam no topo das paradas, naquele tempo ela tocava pop, um estilo completamente diferente dessa Beyonce latina que ela se tornou. Tinha também as Spice Girls e a eterna musa Mariah Carey. Essa não muda nadinha!
Também tinham Britney Spears, que era uma mocinha, bem comportada e feliz. E a Christina Aguilera tão mocinha quanto e todas cantavam música românticas sem tanta conotação sexual que hoje chega a ser nojento (na minha humilde opinião).
E de bandas de rock, só o Guns n' Roses teve mudança na banda e o Axl Rose que era o "muso" da época hoje está ... longe de ser um sex simbol.
Hoje a moçada prefere Jonas Brothers e bandas como NX Zero, Fresno e etc... Não que eu não goste, mas não são nada parecidos com os ídolos de antigamente. Bom, não tão antigamente assim...

Atualizado: Caros, vejam esse blog que legal. Fala sobre boy bands... fotos inacreditáveis!!! http://www.naosalvo.com.br/vc/51-fotos-bizarras-de-boy-bands/

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Bobo de paixão

Passei as duas últimas semanas escrevendo um especial para a revista Atrevida. Nos primeiros dias selecionei no histórico de 15 anos da publicação os "micos" mais legais que já foram divulgados. Dividi em temas e acabei escolhendo um como preferido: micos na frente do paquera.
É interessante notar que mesmo depois que a adolescência acaba ainda ficamos bobos diante da pessoa amada. Coloquei bobos e não bobas porque achei um mico de um garoto no meio de tantos contados por meninas e, além disso, uma das psicólogas entrevistadas garantiu que os meninos também se sentem assim quando estão apaixonados.
Já li matérias e pesquisas que explicam cientificamente porque trememos, suamos, perdemos o apetite e o sono quando estamos apaixonados. E no caso das leitoras da revista até tombos e gagueiras foram relatados.
Os responsáveis por essa loucura toda são os neurotransmissores (substâncias químicas produzidas pelos neurônios) a serotonida que nos descontrola e a dopamina que nos dá a sensação de felicidade. Esses dois hormônios são controlados por um outro, chamado feniletilamina que está presente no chocolate. Talvez por isso a paixão seja tão doce.
Enquanto selecionava as histórias ficava lembrando das minhas. Das várias tentavas frustradas de aproximação, das vezes que perdia a noção do que falava. Também das noites não dormidas, da perca de peso. Sim, perder peso de paixão pela falta de apetite. Sintomas que atingem toda pessoa normal exposta a esse coquetel de hormônios que nos deixam bobos de paixão.
Já se sentiu assim?


Curiosidade: Uma professora da Universidade de Nova Iorque diz que os homens são mais suscetíveis à ação dessas substâncias. E por isso, eles se apaixonam com mais facilidade que as mulheres.