terça-feira, 29 de junho de 2010

Revista no ar

Está no ar um blog diferente, divertido que comentará os assuntos mais interessantes para as mulheres modernas como moda, maquiagem, decoração, comportamento, dicas culturais e muito mais.Acessem o blog da Revista Lips Lips.

segunda-feira, 21 de junho de 2010

10 coisas para se fazer na "pindaíba"

Bom, quem nunca passou por uma aperto financeiro que atire a primeira pedra. Com uma economia nada estável até mesmo empresários de grandes empresas precisam, ao menos uma vez na vida, apertar os cintos e economizar o máximo possível para não entrar no vermelho.
Mas quem foi que disse que não dá para se divertir nessas horas, ein? Com um pouco de criatividade você consegue sim fazer desse limão uma limonada! Quer saber como? Listei 10 coisas para fazer em caso de "crise", confira:

Não tem nada mais gostoso do que pegar um cineminha no final de semana, mas em caso de cortes no orçamento a primeira coisa que tiramos são os itens de lazer. Troque as telonas pela sua TV e alugue filmes na locadora do bairro ou mesmo troque filmes com amigos e parentes. O bom das trocas é que sua bagagem cultural acaba crescendo, porque você que só gosta de comédia, vai passar a ver dramas, ficção...

Buscar pela cidade lugares para lazer com entrada gratuita como parques. Em São Paulo temos muitos parques maravilhos como o Parque da Aclimação e o Parque do Ibirapuera. Passar uma tarde ali é uma verdadeira terapia. Tem também muitos espaços de cultura como museus e teatros, vale a pena pesquisar!

Ainda falando de lazer, quem é que não ama cheiro de livro novo, entrar nessas grandes livrarias e perder horas olhando novos títulos? Mas o bolso aperta e você fica sem saber o que fazer... certo? Passe em um sebo, cheiro de livro velho também é gostoso. Ou volte a frequentar bibliotecas públicas.

Bateu aquela fominha num sábado a tarde e você se pega contando moedas para correr até uma rede de fest food ou mesmo pedir uma pizza. O que você não sabe é que muitas dessas receitas podem sim ser feitas em casa e a economia é enorme. Um prato de massa, por exemplo, comprado num shopping sai por R$14,00 em média. Com esse valor três pessoas almoçam o mesmo prato! É sério!!!

Aprenda a economizar, é nesses momentos que você começa a lamentar não ter guardado dinheiro suficiente para esse tipo de situação, aliás, quem é que planeja passar pelo "aperto"? Infelizmente ninguém está imune de passar por isso, portanto avalie seus erros e comece a juntar para não voltar a ter essa amarga experiência.

Aprenda a diminuir a conta do telefone. Quando você fica sem grana para colocar crédito no telefone você percebe que tem menos motivos para ligar (ou será que isso só acontece comigo?). Mas em caso de emergências você pode utilizar torpedos gratuitos, cliente da Vivo podem enviar cinco mensagens por dia pelo site ou discar *9090+número que a pessoa recebe um torpedo pedindo para entrar em contato com você. Das outras operadoras tem esse site que envia, é bom avisar que sites como esse muitas vezes não enviam na mesma hora ou simplesmente não enviam. Tem que ir na sorte.

Aprenda a fazer moda com as roupas que já tem no guarda roupas. Sei que é muito bom sair comprando roupas e sapatos. Nós, mulheres, temos sempre a impressão de que nunca temos uma roupa adequada para determinados eventos. Mas vale a pena aprender a fazer sobreposição de peças, ou até mesmo tingí-las, customizá-las. Além de fazer economia você vai frizar seu estilo próprio!

Viage para casa de parentes. Essa dica é boa para quem quiser sair de férias ou curtir um feriado prolongado longe da loucura da cidade, mas está sem muito dinheiro para pagar estadia ou mesmo esticar a viagem para bem longe. É quase impossível alguém não ter um "tio" distante que more em um lugar sossegado que dê para se livrar, por alguns dias, do ar pesado e poluído das grandes cidades. Fica a dica!

Reúna a turma em casa. Quem foi que disse que esse programa de índio não pode ser divertido? Além disso, pode ser um grande motivo para você colocar em prática a dica 1 e 4. Sem contar que vocês poderão falar do que quiser sem se preocupar com quem está ouvindo, dar gargalhadas e aproveitar ao máximo esses momentos entre amigos.

10º Durante esse período aprendar a se cuidar em casa. Hidratação de cabelos e escova dá para aprender e tirar do orçamento esse gasto semanal que contam muito no final do mês. O segredo está no tempo de deixar o produto de hidratação e no enxague. Não deixe residos no cabelo. Já a escova um bom leave-in já garante o resultado.

Você já passou por isso? Já provou alguma das dicas? Não deixe de comentar.

Futebol para mulherzinhas

Na minha opinião, mulherzinha que é mulherzinha não entende nada de futebol, só gosta de assistir aos jogos da seleção e não faz a mínima ideia do que é impedimento! Ok, sei que você vai me lembrar que hoje muitas mulheres entendem desses assuntos outrora ditos como exclusivamente masculinos mas que graças a revolução feminina e blábláblá... as mulheres estão tomando seus espaços em todos os campos da sociedade... blábláblá.

Posso até concordar, mas acho que futebol ainda não é um tema que atrai muito as mulheres, não mesmo. Temos um jeito diferente de ver o jogo. Não entedemos das técnicas e muitas vezes não temos ideia do que o comentarista está dizendo. Sem contar as frases de "ai e ui" quando alguém cai, tropeça, toma chute, rasteira... não sei se é o sentimento materno, mas tem uns lances que doem na gente.
Torcemos com classe, combinando roupas, fazendo as unhas com cores da seleção. Preparamos pipocas e não ficamos quietas por muito tempo (talvez por isso, ainda hojte tem muitos homens que não conseguem assistir aos jogos do lado das mulheres). Acho que revolução nenhuma mudaria isso. E tem mais: adoramos eleger o mais bonito do time. " - Fulano é o mais bonito da Itália!". "Como é o nome daquele que tem olhos azuis?!".

Isso é coisa de mulherzinha! (no bom sentido, ok). Quer uma prova maior? A cantora Pitty escreveu essa frase no primeiro jogo da seleção canarinho no dia 15/06: @pittyleone: " o que foi isso ai?" "escanteio, Pitty". "Ah... e isso dói?" 4:17PM Jun 15h via web. Até a mulher que mais quebrou tabus na música brasileira atual não entende de futebol!

Pode ser que algumas poucas mulheres até se dispoem a entender isso, até vemos na TV algumas apresentadoras que entendem tudo, mas esse é o trabalho delas, né? Eu não me preocupo tanto com isso. O importante é gritar gol e daqui alguns dias "Hexacampeão!!!". E depois disso, só pensar em futebol em 2014.

quinta-feira, 17 de junho de 2010

A Bela e a Fera

Há alguns meses recebi uma oferta de trabalho de uma agência online que pedia para preencher uma carta com informações adicionais e sem a qual não seria possível continuar a participar do processo seletivo. Para minha surpresa essa carta pedia o nome do "namorado", RG e nome da mãe. Não tinha a opção "não tenho namorado, sou solteira".
Achei estranho, mas entendi que aquela empresa queria puxar os antecedentes criminais dos parceiros de seus funcionários, algo como "aqui não entra mulher de bandido". Mas o que podemos falar quando o bandido está fantasiado de advogado, de empresário, de estudante e etc...
Quero falar desses casos assombrosos que enchem as páginas policiais e que, apesar da criação da Delegacia da Mulher e da Lei Maria da Penha, não param de crescer. Ex-esposo, ex-namorado, ex-ficante, 'ex-qualquer-coisa' que se acha no direito de tirar a vida de alguém só por não aceitar o fim do relacionamento.
Será que você realmente conhece a pessoa com quem está se envolvendo? O que você vai fazer quando perceber que a pessoa que você ama (ou já amou) é na verdade um monstro que não poupará sua vida na hora que você quiser colocar um ponto final na história de vocês?
Tenho certeza que a advogada Mércia não sabia que estaria em perigo quando começou o relacionamento com um colega de profissão. Assim como a Eloá não sabia que seria morta pelas mãos do seu namorado. Coisas difíceis de saber, e principalmente de entender.
Não acredito no amor que mata. Acho um absurdo essa história de "crime passional" ninguém tem o direito de matar em nome do amor, nem em nome de qualquer outra coisa. Se deu certo muito bem, se não deu... vamos em frente. Curta o luto e recomece.
Espero que essas histórias sirvam para alertar outras pessoas a conhecerem bem a pessoa antes de apronfundar um romance e não se intimidar. Não espere o príncipe se tornar um assassino e denuncie qualquer tipo de agressão.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Onde está a norma culta??

Nas últimas semanas eu fiz uns três testes de português que pediam a "norma culta". Fiquei pensando nas aulas de gramática que tive, ainda bem que lembro delas, porque nos últimos anos raramente encontramos algum lugar onde ela seja empregada corretamente. Isso é encontrado mais em livros mais antigos, tipo romances como os dois últimos que comprei do Camilo Castelo Branco.
Mas na mídia é raro de perceber. Na internet então... nem lembramos que ela existe. Tentamos de todas as formas economizar linhas, falar mais rápido e atingir todas as classes que a linguagem coloquial virou nossa maior aliada. E tem um agravante: ela está em constante mutação! Cada dia nasce uma nova giria, uma nova expressão ou mesmo um estrangeirismo e rapidamente nos adaptamos a eles e nos esquecemos do famoso português do livros, que é o correto.
É engraçado lembrar do que aprendemos há anos e que hoje devemos lembrar para não usá-los mais se encaixando nas novas normas gramaticais. Tudo muito confuso. Bom, confuso se você realmente não tiver aprendido. Eu aprendi. E ainda me recordo, mesmo não usando com frequência e até errando algumas vezes. Aliás, é errando que se aprende!

terça-feira, 1 de junho de 2010

Por que pular etapas?

Ontem fomos ao posto de saúde aqui do bairro levar minha sobrinha para tomar vacina. Enquanto esperávamos, fiquei olhando um gráfico enorme com os dados médicos do bairro e fui surpreendida com a informação de que temos 89 mulheres grávidas na vila e 92% delas tem menos de 20 anos.
Mesmo com tanta informação a gravidez na adolescência não diminui, as pessoas sabem os métodos contraceptivos, mas por algum motivo isso é ignorado e nessa brincadeira esses jovens perdem uma etapa muito valiosa da vida.
Hoje pela manhã vejo uma matéria na Tv Record sobre adolescentes que tiram fotos com poses eróticas e mandam pela internet ou por bluetooth do celular. Qual o motivo disso? Por que fazer poses sexys e colocar na rede? Não consigo entender as razões dessas "crianças"... Não queria ser moralista nesse post, mas não tem outra solução para esse problema.
Temos que passar valores morais para essa geração e colocar (ainda que à força) nessas pequenas mentes que tudo na vida tem um tempo. Elas terão tempo suficiente para serem sexys e se aproveitarem disso, mas que com 9,12 ou 17 anos ainda não é o momento. Essas atitudes só alimentam a cabeça doente desses pedólifos e daí fica a pergunta: uma pessoa que sai "se mostrando" por aí não está pedindo para ser assediada??
Vamos lá garotada, vai chegar o tempo de ter relações amorosas e sexuais, não queiram pular etapa!! Isso, geralmente acaba mal e não me refiro só a gravidez, mas também aos abortos, DST, estupros, homicídios e etc...
Vale a pena esperar o tempo certo para todas as coisas!!!