segunda-feira, 21 de junho de 2010

Futebol para mulherzinhas

Na minha opinião, mulherzinha que é mulherzinha não entende nada de futebol, só gosta de assistir aos jogos da seleção e não faz a mínima ideia do que é impedimento! Ok, sei que você vai me lembrar que hoje muitas mulheres entendem desses assuntos outrora ditos como exclusivamente masculinos mas que graças a revolução feminina e blábláblá... as mulheres estão tomando seus espaços em todos os campos da sociedade... blábláblá.

Posso até concordar, mas acho que futebol ainda não é um tema que atrai muito as mulheres, não mesmo. Temos um jeito diferente de ver o jogo. Não entedemos das técnicas e muitas vezes não temos ideia do que o comentarista está dizendo. Sem contar as frases de "ai e ui" quando alguém cai, tropeça, toma chute, rasteira... não sei se é o sentimento materno, mas tem uns lances que doem na gente.
Torcemos com classe, combinando roupas, fazendo as unhas com cores da seleção. Preparamos pipocas e não ficamos quietas por muito tempo (talvez por isso, ainda hojte tem muitos homens que não conseguem assistir aos jogos do lado das mulheres). Acho que revolução nenhuma mudaria isso. E tem mais: adoramos eleger o mais bonito do time. " - Fulano é o mais bonito da Itália!". "Como é o nome daquele que tem olhos azuis?!".

Isso é coisa de mulherzinha! (no bom sentido, ok). Quer uma prova maior? A cantora Pitty escreveu essa frase no primeiro jogo da seleção canarinho no dia 15/06: @pittyleone: " o que foi isso ai?" "escanteio, Pitty". "Ah... e isso dói?" 4:17PM Jun 15h via web. Até a mulher que mais quebrou tabus na música brasileira atual não entende de futebol!

Pode ser que algumas poucas mulheres até se dispoem a entender isso, até vemos na TV algumas apresentadoras que entendem tudo, mas esse é o trabalho delas, né? Eu não me preocupo tanto com isso. O importante é gritar gol e daqui alguns dias "Hexacampeão!!!". E depois disso, só pensar em futebol em 2014.

2 comentários:

Milca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milca disse...

Não sei se tem a ver com o meu post.Mas se tem é legal saber que gerou um tipo de discursão sobre o assunto. O seu ponto de vista não tem erro algum, mesmo porque, essa mania de revolução feminina em tudo que se ver pela frente, já está fincando chato.Não sei se me entendeu direito. Quando falo que as mulheres estão entendendo de futebol, não estou falando que as mulheres que já não gostavam passaram a gostar. A questão é que desde sempre exitem varias mulheres(como eu) que gostam de futebol, e entendem bastante sobre o assunto,porém hoje elas não tem vergonha de expressarem, ou até mesmo de participar de uma conversa de sofá, sem serem interpretadas como as "maxonas". Vejo isso como algo bom, porque para mim tanto nós mulheres quanto os homens temos o direito de expressar nossos pontos de vista mesmo que esses sejam melhor aceitos quando expressados pelo sexo oposto. Gosto de futebol mas também gosto de ser mulhersinha e ficar como uma louca gritando e chingando algun jogador quando machuca o outro.(isso também é instinto materno), no mais, o seu post ficou ótmo, é bom conhecer a opnião de outras pessoas. Sucesso. bjoo.
...
"Experimento viver sem passado sem presente e sem futuro e eis-me aqui livre."