quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Ditadura pós-moderna

Diante das últimas notícias, não posso ficar calada: é um abuso de poder pensar em organizar setores no governo para vigiar os meios de comunicação. Pois é isso que o Governo do Estado do Ceará está propondo e, na sua cola, outros estados, incluindo São Paulo, estão pensando em criar suas "defesas".

Para situá-los, preciso dizer que a criação desses “conselhos” foi recomendação da Conferência Nacional de Comunicação realizada no ano passado, convocada pela gestão Lula. O que poderíamos esperar de uma cara amigo dos maiores ditadores do mundo?

E digo mais: o que esperar de alguém que vai deixar para o próximo presidente aprovar ou vetar o Plano Nacional de Diretos Humanos 3 que simplesmente anula grandes direitos garantidos pela Constituição Federal.

Pois é nela que está escrito que “É livre a manifestação do pensamento, sendo vetado o anonimato” (CF artigo 5º inciso IV). Ou seja, qualquer órgão que passar a monitorar os veículos de comunicação estará, na verdade, impendindo, que a livre manifestação do pensamento seja exercida.

Eu entendo que tudo isso seja somente para proteger os políticos corruptos que querem impedir a mídia de noticiar suas vergonhas. Essa situação me remete a AI-5. É como se tivéssemos entrando em uma ditadura pós-moderna, controlada por políticos mal intencionados que se aproveitam do poder que tem para (des)controlar a sociedade.

Caro leitor, eles querem impedir que você tenha acesso à informação. Querem impedir que você saiba que boa parte dos impostos que você paga não chega ao destino final, porque acaba entrando na cueca de alguém.

Não podemos permitir que isso aconteça!!!!

Sei que tenho colegas de profissão que não trabalham em busca da verdade, mas para eles existe lei e punição: LEI 5.250 Artigo 1º - É livre a manifestação do pensamento e a procura, o recebimento e difusão de informações ou idéias, por qualquer meio, e sem dependência de censura, respondendo cada um, nos termos da lei, pelos abusos que cometer.


simples, né!!!

Viva a Democracia e a Liberdade de Imprensa!!!!!

Um comentário:

ARAÚJO disse...

Acho que o papel da imprensa, de um jornalista é tão importanto quanto o de uma figura publica, já que a imprensa tem a função de informar, e por mais despreparada que se mostre as vezes, não deixa de ser a grande formadora de opinião.

www.teoria-do-playmobil.blogspot.com