"Em seu twitter" - Redes Sociais e jornalismo

Em 2007 eu escrevi sobre as formas de usar o Orkut no jornalismo, tanto para encontrar fontes e pautas como para usar em serviços de assessoria de imprensa e divulgação.
Mas isso era só o começo das mudanças que as redes socias criariam no nosso trabalho como jornalistas. Hoje elas são usadas como apoio na produção de conteúdo na hora de encontrar uma fonte, por exemplo.
Mas não é só isso. As redes sociais viraram um contato direto com o leitor, dessa forma o feedback vem imediatamente, sem contar com a possibilidade de fazer com que o seu conteúdo seja espalhado para um número maior de pessoas.
Ou seja, além de trazer as pessoas para perto da redação e também o caminho inverso, as redes sociais viraram uma mídia a parte. Hoje as empresas de comunicação e os jornalistas, PRECISAM estar conectados em pelo menos uma das dezenas de redes sociais que existem.
Acredito que todas essas transformações são benéficas para dar o resultado de "imediato" que sociedade moderna precisa. Por isso, boa parte de nós, jornalistas, ficamos sentados na frente do computador monitorando as redes sociais, principalemte o Twitter, para encontrar alguma frase que baseie uma matéria.

Quer exemplos:
Política:
Romário comenta seu primeiro discurso no plenário: 'Deu um frio na barriga'
Esporte:
No twitter, Mano Menezes comenta sobre a derrota para a França

Entreternimento:
Arnold Schwarzenegger volta para os cinemas

Britney Spears diz que quer fazer shows no Brasil

Cidades:
Prefeito diz que Ilha, Portela e Grande Rio deveriam ser julgadas

Os sites de fofocas então... nem preciso exemplificar não é?!

O jeito é acompanhar o ritmo e ficar de olho para ser o primeiro a ver a atualização pra dar tempo de produzir a nota antes da concorrência.
Aliás, o mercado de Redes Socias está em alta!!! #ficaadica

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.