segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Namoro a distância


Tenho muitas amigas que conheceram, namoraram e até casaram com homens que viviam em outras cidades e até em outros países, mas recentemente uma amiga minha encontrou pela internet “o homem dos seus sonhos” que morava aqui mesmo em São Paulo. O relacionamento deu muito certo (graças a Deus), mas ele resolveu retomar seu antigo emprego em outro Estado e lá ficou minha amiga toda tristonha morrendo de saudades.

Hoje com a revolução tecnológica é muito normal encontrar casais que sobrevivam a relacionamentos á distância, tenho até outra amiga que namora há anos com um cara que ele nunca viu. Estranho? Não, moderno.

A edição de setembro da revista Gloss veio com uma reportagem sobre isso mostrando que é possível que o amor sobreviva ainda que milhares de quilômetros estejam no meio do casal.

Tentando animá-la em relação à saudade, eu pedi para que ela se imaginasse vivendo a20 anos atrás quando o MSN e o Skype não existiam. O jeito deles se comunicarem seria apenas por carta e telefone (se bem que naquela época o telefone era artigo de luxo)... tenta montar essa cena em sua cabeça, você morrendo de vontade de falar, ver, beijar e abraçar uma pessoa e ter que se contentar em ouvir a voz pelo telefone ou aguardar ansiosamente por uma carta.

Viva a tecnologia que aproxima as pessoas!!!

Bom, eu não passei por isso para poder dar dicas, mas além de comprar a revista, você também pode assistir ao filme "Amor à Distância", é muito legal!!!

Um comentário:

Um brasileiro disse...

Oi. Boa tarde. Muito legal o texto. O blog tambem. Tenha uma otima semana. Abraços.